Translate

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Crepe Suzette


Esses dias me deu uma vontade de comer crepe, e o maridão falou, quer um Crepe Suzette? Qual será que foi a  minha resposta? SIMMMM, YESSSSS, OUIIIIIIII
Depois que usar a primeira vez a manteiga em spray, nunca mais vai querer outra... é muito muito prática.
Aqui está o Crepe Suzette + 2 bolas de gelado de creme . DIVINO!!!
Para os meninos o maridão fez somente a massa do crepe (sem o recheio da receita) e serviu com geléia de morango, a criançada amou.


Crepe Suzette
Receita do site: Oliever Anquier
Ingredientes:

• MASSA:
• 250 g de farinha de trigo
• 3 ovos ligeiramente batidos
• 2,5 copos de leite (ou 1,5 copo de leite + 1 copo de cerveja) – Cerveja
• 1 pitada de sal
• 2 colheres (sopa) de manteiga derretida

• RECHEIO:
• 2 tangerinas
• 1 colher (sopa) de Cointreau (ou Curaçao ou Grand Marnier)
• 80 g de manteiga ligeiramente amolecida
(consistência de pomada)
• 50 g de açúcar
• 1 cálice de Cointreau (ou Curaçao ou Grand Marnier), para flambar
Prepare assim:

• MASSA: 
• Peneire a farinha com o sal em uma tigela e
acrescente, aos poucos, o leite (ou o leite e a cerveja); 

• Acrescente os ovos e a manteiga e misture bem, até
obter uma massa homogênea; 

• Deixe descansar por 1 hora em local fresco, coberto com um pano; 
• Após o descanso, faça crepes bem finos em frigideira antiaderente. 
• 
• RECHEIO: 
• Raspe as cascas das tangerinas (sem chegar à parte branca) e esprema uma delas, coando o suco obtido; 
• Misture a manteiga, as raspas, o suco e a colher
(sopa) de Cointreau e bata bem com um garfo, até
obter um creme homogêneo; 

• Recheie os crepes com o creme de manteiga e dobre em 4; 
• Coloque, aos poucos, em uma frigideira antiaderente bem quente e em fogo alto e, quando estiverem bem aquecidas, comece a flambá-las com o cálice de Cointreau; 
• Sirva imediatamente.

Sabe porque Crepe Suzette???
O Crepe Suzette é uma das sobremesas francesas mais famosas no mundo. A história mais conhecida sobre sua origem é a de que foi criada por Henri Carpentier,
aos 14 anos de idade.
Em 1895, ainda assistente no Café Monte Carlo,
de Paris, Carpentier errou o preparo de uma
sobremesa especial para o príncipe de Gales, Eduardo VII. Sem querer, acabou flambando o doce e o
resultado, inesperado, foi fantástico. As chamas do licor ressaltaram os sabores dos ingredientes e a
combinação ficou surpreendente. Dizem que o nome Suzette era o da acompanhante do príncipe naquele dia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nada melhor que a sua opinião aqui: